sábado, 19 de março de 2011

Anestesiando a dor

Dessa vez a coisa foi mesmo feia.
Não estava fácil para nenhum dos lados.

E ela colocou a musica no ultimo volume.
Ele perguntou: 
- O que estás fazendo?
Ela respondeu:
- Anestesiando a dor.

E o som permaneceu durante três canções.
Logo depois, o silêncio reinou outra vez.
E ainda nem era domingo.

4 comentários:

Jair Gabardo. disse...

E são nas notas de uma melodia que se encontram muitas vezes esses sentimentos não ditos.

Abração Jéssica, bom final de semana para nós! rs

Raissa;* disse...

Mas para algumas dores simplesmente não existe anestesia que amenize!
bom final de semana Silvinha!
beeeijo ;*

ps. aniversário de alguém chegando, temos que comemorar! ;D

Winny Trindade disse...

Às vezes, só assim a dor ameniza... só assim!

Abraço meu.

Camila Márcia disse...

Nem todas as dores passam com anestesia.

Oi, como hoje é Dia do Blogueiro estou passando para desejar super dia para vc que faz parte da blogosfera... Deixei um selinho em comemoração a este dia lá no meu espaço, confira: http://devaneiosfugazes.blogspot.com/2011/03/hoje-20-de-marco-e-o-dia-do-blogueiro.html