quarta-feira, 27 de abril de 2011

Talvez seja uma coisa que você escolha


- Pare de viver sua vida como se estivesse numa droga de filme.
- Como é que é?
- Pare de tentar ficar inventando seu amor ao invés de encontrar ele.
- Quando eu encontrar ele eu vou saber.
- Eu não sei não, o amor não é sempre um raio sabia? Talvez às vezes seja uma escolha
- É fácil pra você falar, você está indo pra Argentina encontrar o amor da sua vida
- Mas é isso, eu não sei se o Paolo é o amor da minha vida mas eu decidi dar uma chance para ele ser. Talvez o amor verdadeiro seja uma decisão de tentar a sorte com alguém. Para dar à alguém sem se preocupar em receber nada em troca. Ou se vamos nos machucar ou se for mesmo a pessoa certa. Talvez o amor não seja uma coisa que aconteça com você, talvez seja uma coisa que você escolha.

Amor e Outros Desastres

6 comentários:

Andressa Britto disse...

Acredito que seja as duas coisas.
Mas se voce acredita, talvez deva mesmo escolher tentar, se existe sentimento...
Beeijo grande flor.

Camila Márcia disse...

Ahhh... tem coisas que só encontramos exatamente quando deixamos de procurar.

Lua disse...

é meio complicado as vezes.. Amor a gente nao escolhe, o que escolhemos é se vamos seguir nele ou nao..

beijo meu :)

Marcela disse...

Nossa, muito interessante o diálogo. Nunca tinha pensado por esse lado.

beijos

Jair Gabardo. disse...

Arrepios ao ler, sim minha nuca ainda está arrepiada! rs
Nesses 1 ano e 8 meses de namoro aprendi uma coisa, não existe a pessoa certa, existe sim pessoas que se dispõem a fazer dar certo.

DISPONIBILIDADE DIÁRIA!

Jéssica um braço forte e bom final de semana!
Jair Gabardo.

www.paraquefiquem.blogspot.com

Vanessa Souza Moraes disse...

inventar é tão bom...