quinta-feira, 5 de maio de 2011

E hoje quero me vestir de uma esperança bem bonita


          Quando paro para pensar na vida, às vezes sinto doer dentro de mim alguma coisa que gostaria muito de saltar para fora, gritar para o mundo. A percepção de que nem tudo é como a gente quer e de que o tempo não será suficiente para realizar todas as coisas nos leva a ter que ser seletivos. Ter que optar por um caminho e logo, desistir de outro. Mas tem horas em que me vejo em  uma estrada longa e vazia. Sem opções. Onde me resta seguir em frente ainda que o frio doa a alma. Ainda que o vazio assombre, sei que tenho que continuar andando a espera de que em algum momento algo novo aconteça. Torcer para que seja bom e efetivamente positivo. Creio que tudo dependa dos nossos olhos. Da maneira que resolvemos enxergar as coisas. Há que prefira acreditar que um sonho que não seja 'feliz', logo é pesadelo. Mas se comparado a um longa, pode se tornar uma aventura ou uma tragédia grega, como algo com a finalidade de entretenimento. E, se cumpre o papel de entreter, é algo positivo. Penso que se encaro as adiversidades da vida como forma de crescimento individual, o sofrimento pode ser reduzido. Não por que ele deva ser anulado ou ignorado, mas por estar assim abrindo um maior espaço para a valorização das alegrias. Hoje tenho plena consciência de que as expectativas são bem diferentes da realidade, mas nem por isso me canso de esperar que as coisas melhorem. Não tenho grandes desejos ou sonhos, não espero muita coisa. Só quero que melhore, não importa como. Mas tenho comigo a urgência de um prematuro. E talvez esse seja meu maior defeito: Quero que seja pra já.

6 comentários:

Winny Trindade disse...

A gente sempre acaba rindo das nossas tragédias... incrível.

Incrível também é a nossa capacidade de esperança. E tem que ser assim mesmo, pois uma hora tudo muda em sua vida e espero que para melhor.

Abraço meu, amiguinha.

Camila Márcia disse...

Por que sempre queremos que as coisas aconteçam logooooo... é fantástico como não gostamos de esperar pela felicidade... corremos atrás...


bjs

Jair Gabardo. disse...

Oi Jéssica, tudo bom?
Como é bom ler isso, ando também agoniado com o pouco tempo que uma vida é, o desejo de se fazer tudo quando o que olho é quase nada! =/
Preciso de expectativas, preciso tanto!
Lutando contra a ansiedade.

"Mas tenho comigo a urgência de um prematuro. E talvez esse seja meu maior defeito: Quero que seja pra já..."

Abração, bom final de semana

Camila Márcia disse...

Deixei meme para vc lá no blog, confira: http://devaneiosfugazes.blogspot.com/2011/05/meme-literario.html

Marcela disse...

Momentos bons e ruins servem de aprendizado. Não devemos desistir mais sim erguer a cabeça e seguir em frente ;D

bjs

Camila Márcia disse...

Selinho para ti no blog.