domingo, 1 de abril de 2012




"Não é por que eu sei que ela não virá que eu não veja a porta já se abrindo
E que eu não queira tê-la, mesmo que não tenha a mínima lógica esse raciocínio
Não é que eu esteja procurando no infinito a sorte
Para andar comigo
Se a fé remove até montanhas, o desejo é o que torna o irreal possível."

Um comentário:

Wellington disse...

Adorei seu Blog.. ^^'
te convido para conhecer meu cantinho: http://belezaeatragedia.blogspot.com/

espero que goste, bjos..Até Mais!!