domingo, 8 de julho de 2012

Do pouco que havia



          E o que o menino tinha? Ele tinha um pouco de alegria no bolso esquerdo da calça. Apesar do coração todo precisado de remendos e ninguém pra ajudá-lo, apesar do frio, da falta, do espaço vazio, do medo da felicidade nunca mais chover em seu jardim, naquele dia não haveria lágrimas. Pois ele tinha um pouco de alegria no bolso esquerdo da calça.  

2 comentários:

RITA PACHECO disse...

Gostei do seu blog!
Das palavras e das fotos e gravuras!
Qdo puder, me visite!
RITA
www.olharesedetalhes.blogspot.com

Fique mais um segundo... disse...

Oi, Jéssica, bom dia!!
Às vezes, ter um pouco de alegria no bolso esquerdo da calça pode parecer pouco... mas, se quem o possui sabe pensar, sabe entender e sabe comparar, verificará, no seu caminho, muitos que não têm bolso, muitos que não têm calça, muitos que não tem um pouco de alegria, e muitos que já não têm a vida como ele a tem... Isso tranforma o pouco numa enorme quantidade...
Um beijo carinhoso
Doces sonhos
Lello