terça-feira, 30 de novembro de 2010


Estão todos olhando a moça passar. Falam de seu corpo, comentam seu mistério, disputam sua atenção. Mas se a moça olha, mudam de assunto, se a moça pede ajuda, ninguém escuta e se quiser companhia - coitada da moça! - vai continuar só. É assunto na academia, atrai olhares no trabalho e quando sai de noite também. Mas ela dorme sozinha e tem um vazio no peito que ninguém tem vontade de ocupar. A Menina tem um coração pesado que ninguém quer carregar.
Quem olha de longe não percebe e quem não se aproximar nunca vai saber: a Menina gosta livros e Jazz, queria saber dançar, troca uma balada pra assitir a Orquestra, gosta de andar até as pernas reclamarem, tem preguiça de filme cult e vê pequenos detalhes onde os outros enxergam cotidiano. E, acima de tudo, está cansada de tanto assustar e afastar as pessoas, cansada de esperar vidas se resolverem por uma promessa de futuro e ficar pra trás mais uma vez.
Quem vai cuidar da Menina triste? Quem vai levar de prêmio seu amor? Quem tem coragem de assumir o desafio e o coração pesado? Apostem suas moedas, esperem o próximo capítulo. Enquanto isso, a Menina também espera, e esperar dói.

 Verônica H.

5 comentários:

Winny Trindade disse...

Sempre a espera... é sempre ela.

Abraço meu, amiguinha.

Paulo Tamburro disse...

OLÁ JESSICA,

convenhamos que esta menina tem um perfil que destoa das demais, megulhadas, infelizmente - e não estou gereralizando - nos histéricos gritinhos dos cantores fabricados daqui e lá de fora, e algumas perdidas na supercialidade dos relacionamentos, alguns até bastante constrangdores.


Achei o texto , altamente pedagógico, uma critica social bem colocada e a parabenizo por esta razão.

Obrigado por tudo e um abração carioca!

Ana Barreto disse...

esperar doi muito. :}
Beijoo amiga.

Aline; disse...

ooi Jéssica!
tem um selinho pra ti lá no meu blog!
(:

beeijo :*

Gisele Braga disse...

Oi Jéssica,
Fiquei muito
feliz com sua visita
lá no meu cantinho!
Gostei muito do que vi
por aqui!
Parabéns pelo blog!
Adoro os textos
da Verônikaa!

Estou seguindo e
voltarei mais vezes!

Beijos flor!