quinta-feira, 25 de novembro de 2010



Eu sou uma pergunta de certo. Uma pergunta que não deseja ser respondida. Que também não se contenta com as respostas porque acha tudo um tanto quanto relativo. Meus braços são por demais pequenos para o mundo que eu quero abraçar. E meu coração é por demais tortuoso para não causar espanto. Quero tudo! Agora!

Clarice Lispector

3 comentários:

R;* disse...

Ah Clarice, sempre tão sábia, tão eu! Quero tudo, agora!
Beeijo ;*

Winny Trindade disse...

Queira mesmo, mas faça de tudo para consegui-las!

Abraço meu, amiguinha.

Apenas Tici... disse...

Vindo da Clarice Lispector nada poderia ser dito além de PERFEITO!

beijinhos