quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Never let me go


"Todos somos mortais. Talvez nenhum de nós realmente entenda o que passamos  ou acha que teve tempo o bastante."

5 comentários:

Gabi disse...

Isso é bem verdade...sempre queremos mais..

Winny Trindade disse...

E eu chorei muito né?! rsrs

Talvez seja verdade. Nunca temos tempo o bastante.

Abraço meu.

Camila Márcia disse...

E o tempo passa... o pouquinho que a gente vive, nem se compara com o muitão que gostariamos de viver. A fronteira entre a vida e a morte é saber que ou você fez tudo o que devia fazer ou não fez nada do que queria.

Dave disse...

Já dizia Cazuza: "O tempo não pára" só que parece que muitas vezes nos esquecemos disso e perdemos o foco em meio a coisas banais e inúteis. Um dia aprendemos.

Beijo!

Jair Gabardo. disse...

Nunca é o bastante, nunca vai ser. Uma mortalidade que habita em nós pela inevitável natureza e o anseio por mais tempo dessa inevitável sede de quem quer mais vida.
Lindo seu blog, seguindo para não perder de vista! rs

Abraço,

Jair Gabardo.
www.paraquefiquem.blogspot.com