quarta-feira, 30 de março de 2011


          Não se tratava de acender as luzes de casa. Era de algo mais que eu sentia falta. Algo maior que eu. Como se faltasse a liga para fazer todas aquelas coisas terem um sentido de ser. E mais uma vez eu estava alí, inteiramente sozinha vendo a vida passar. Eu não sentia dor, não sentia medo, nem tristeza, nada. Nada além de uma pequena inquietação de espírito que nem chagava a ser angustia. Poderia estar contente, mas naquele momento não sentia vontade de nada.

6 comentários:

Winny Trindade disse...

A solidão dói, mas a vida e o vazio doem bem mais.
Sabe, um dia tudo vai ser diferente, porém será um diferente bom.

Abraço meu, amiguinha.

Caroline ; disse...

Descreveu tudo que sinto ... tudo! <3

Lua disse...

E doi, mas espero q esse momento passe logo!

beijo meu querida ):

Camila Márcia disse...

E não se compreender é tão frustrante!


Ps.: Selinho para vc lá no meu blog.

Hely ° disse...

Oiiee...
Tem uma montoeira de selos no Menina Segredos
pra você...vai lá e pegue os que puder:

http://meninasegredos.blogspot.com/2011/04/selos.html

Bjaum.*.*.

Raissa;* disse...

Acho que essa indiferença emocional é pior do que sentir dor, ou angustia! Mas já vivi um período assim, a muito tempo atrás e digo que era uma época "boa", mas sempre a espera de algo pra fazer o coração vibrar!

ps. muito obrigada por ter vindo sexta, fiquei supeeer feliz!
Agora temos que marcar algo na sua casa *---*

beeijo ;*